sexta-feira, 1 de março de 2013

Mercado da Música Cresce 83% em 2012 no Brasil



Eu podia jurar que esse negócio de música digital, computador, download eram coisas de gente que gosta de pirataria. Agora descobri que tem mais gente como eu, que COMPRA.

Fico pensando quantas aquisições foram feitas após ouvirem primeiramente no youtube, sites, blogs e outros meios que infrigem os Direitos Autorais.

E observe que o Itunes só começou por aqui no finalzinho do ano passado.

Voce pode ler o conteúdo - e obviamente infringir os direitos autorais do que a Folha de São Paulo publicou na quarta-feira passada  - clicando AQUI

PS: Só assim mesmo pro Michel Teló dar as caras no OGS!

7 comentários :

Musicômano disse...

Cara, não é à toa que não se vê mais blogs deletados. São um dos grandes instrumentos de divulgação dos artistas. Escuto música há muitos e muitos anos e só agora estou conhecendo numerosas bandas VELHAS, que nem sequer fazia idéia que existia. Conheceria sem os blogs, sem os torrents, etc.? Evidentemente que não. Ah, e também compro bastante discos, físicos e digitais. A iTunes, a Amazon, a CD Baby, a Insound, a Tradebit e a 7 Digital devem estar bem contentes comigo. Falácia tem hora. Um abraço.

Musicômano disse...

Ia me esquecendo. Faltou a palavra "publicou" na postagem, quando tu te referes à Folha de São Paulo. Isso é só um lembrete. Não é pra publicar (sem trocadilhos).

Only Good Song disse...

Eu confesso que ja nao compro cd físico faz tempo, mas mp3s continuo comprando, principalmente lançamentos que por culpa do meu gosto, não vejo publicado em lugar nenhum. Basicamente folk music.
E vc tem razao sim, qdo diz que se num fosse a internet, não haveria como conhecer bandas velhas.
E tb bandas novas, pois não há dinheiro pra tanta coisa (rs).

Eu publiquei o que não era necess´-ario publicar por medo da DMCA (sabe cumué, questão de direitos autorais é conosco mesmo).
Não se acanhe nunca de fazer qualquer correção, por menor que ela seja.
Só é proibido corrigir-m qdo escrevo neste maldito smart kkkkkk

Dead or Alive disse...

Vou postar no meu,espera só,rs
Enjoy!!!!!!!!!

Only Good Song disse...

Tá bom
lá eu vejo o tu pensas
[]s

Aponcho disse...

Es la realidad que todos los bloggers teníamos clara hace tiempo y los sellos (o mas bien, lo que queda de ellos) no quieren que sepamos, la música definitivamente cambio su formato de venta!
Que es lo que compro físico?
Pues aquí esta la batalla, todavía compro.
Solo paquetes especiales como bluy-ray mas CD o alguna colección acompañada de libro, fotos y ediciones especiales.
Todo lo otro sale de internet. iTunes me ama y yo amo iTunes. Llenar los 32 Gb de mi teléfono no es fácil...
Así y todo, el 90% de la música que baja de ahí viene de sitios como los nuestros y torrent.
Que hago con esta música? Generalmente es música que nunca he escuchado por lo que su función principal es dar una primera mirada.
Es por eso tbn que si no me gusta se va a la papelera sin asco.
También están los imposibles de encontrar, aquellos viejos discos que no están en iTunes y tu y yo sabemos que son increíbles que solo melómanos de larga data conocen y disfrutan.
Esos se quedan y algunos son reposteados para su difusión.
Creo sinceramente que la industria de la música nos debe muchísimo manteniendo catálogos olvidados vigentes ya que es por ahí que están ingresando muchos de sus recursos.
Ademas y no menos importante, los gastos de marketing de esos catálogos es CERO, somos nosotros los que los mantenemos vivo difundiéndolos.
Donde esta la ventanilla para ir a cobrar mi parte de la torta?
Saludos!

Only Good Song disse...

Aponcho,
Esse é um caminho sem volta. O formato digital substiuirá tudo o hoje conhecemos fisicamente.
Em breve PC virão sem HD e tudo (ate´o Sistema Operacional) estará na Nuvens (clouds computers).
A única coisa que não gosto é a possibilidade de se comprar apenas 1 track. Em mtos casos isso é um desrespeito ao artista.
[]