quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Python Lee Jackson - Funny Blend ( Featuring Rod Stewart)

Python Lee Jackson Featuring Rod Stewart - Funny Blend - 1968

Python Lee Jackson was an indistinguished Australian band from Sidney, founded by an Englishman Frank Kennington (vocals) and Scotsman Mick Liber (guitar) which managed to annoy local (Aussie's) scene from 1965 and until 1968 - when the band moved to UK, to be joined by David Montgomery on drums. Before that they've released a single - Bo Diddley "Who Do You Love".

In the UK the band was noticed by John Peel, who as you should know had a weekness for weirdos and nobodys. Frank Kennington by that time was replaced by David Bentley, whose composing was much better than his vocals. But he had decency and brains: "Python" recruited Rod Stewart to record three songs (Stewart by that time had two excellent albums with Jeff Beck Group, and his unusual voice could match the music) - "Doin' Fine", "The Blues" and "In A Broken Dream". The tracks were recorded at famous Pye Studios in London, 1969, but were shelved for more than a year, and the single was released in 1970 only. It flopped - to resurface two years later and climb to Nr 3 in UK Singles Chart.

In A Broken Dream is an amazing album and the band was never able to repeat its success, and went to obscurity. The title song was a massive success, and appears on a couple of Rod Stewart's collections.

Read More Here

01. If It's Meant To Be A Party
02. If The World Stopped Still Tonight
03. The Blues
04. Sweet Consolation
05. Boogie Woogie Joe
06. In A Broken Dream

07. Second Time Around The Wheel
08. Your Wily Ways
09. Doing Fine (Cloud Nine)
10. Turn The Music Down



+@320

5 comentários :

Dugabowski disse...

Tô pegando, Only. Mas é coincidência mesmo a postagem do Rod Stewart lá nos discófilos anônimos. Acontece que, agora que eu saí do SdN e do CC, resolvi postar umas coisas mais clássicas, e como eu tinha esse blog que tava paradão, resolvi colocar lá as "velharias" (no bom sentido, é claro, porque são tudo "cult"). A tua postagem ganha da minha em um ano: 1968 e 1969. Um abraço.

Dugabowski disse...

Fiz o comentário e nem vi que tu colocaste o DA na tua lista de blogs. Obrigado, Only. Outro abraço.

Only Good Song disse...

Se vc precisar de qualquer coisa para postar é só pedir.
Se o link já estiver por aqui é só copiar e colar na cara dura mesmo (rs)

Tu e + 2 ou 3 são parceiros de primeira hora e merece tratamento diferenciado.

Disponha e depois me diz sobre o que tu achaste sobre esse disco.

Dugabowski disse...

Only, fiz uma audição básica do disco e me pareceu excelente (daqueles blues/blues rock das antigas inigualáveis...). Só uma dica: o áudio do disco não está normalizado (há diferença de volume entre uma faixa e outra). Não sei se tu conheces e não usas de propósito, mas vou te indicar assim mesmo: é o soft MP3Gain (disponível inclusive em português), que normaliza o som das faixas dos discos no formato mp3. Pra mim é indispensável; uso sempre. Um abraço e obrigado pelas ofertas.

Only Good Song disse...

Conheço em mp3gain e até uso qdo há uma diferença muito gde.
Nesse caso específico foi vacilo meu então, pois somente mandei queimar e pronto.
Terei esse cuidado a mais nas próximas
Brigadão pela Dica.

Também gosto desse disco e pra ser sincero, só coloquei esse 'featuring' pra chamar a atenção dos desavisados. A banda só se sustenta.